domingo, 10 de abril de 2011

Rola-do-mar

(Arenaria Interpres)

Limícula de pequenas dimensões (21-24 cm de comprimento e 44-49 cm de envergadura), é robusta e atarracada, de pernas curtas e bico curto e pontiagudo. Devido à sua característica plumagem, mais colorida durante o acasalamento, é facilmente identificável. A sua sobrevivência não se encontra, por enquanto, ameaçada.

Pode ser vista nas plataformas rochosas do litoral e em lamas estuarinas. Move a cabeça e o pescoço, para a frente e para trás, quando caminha. Para a procura de alimento, no que é muito diligente, levanta pedras e pedaços de algas. É muito diversificada a sua alimentação: moluscos, crustáceos, insectos, ovos de aves, pequenos peixes e até mesmo restos de alimentação humana.

O ninho é construído no chão, rodeado de vegetação rasteira ou em fissuras de rochas, com vegetação.  As crias são nidífugas (abandonam o ninho logo à nascença) e com cerca de 20 dias tornam-se independentes e já voam.

É uma espécie migradora. Pela Europa passam duas populações: a da Escandinávia e Rússia, e a da Gronelândia e Canadá. A primeira passa o Inverno na Costa Ocidental de África e a segunda no Oeste da Europa.




Imagens captadas em Oeiras, entre o INATEL e a praia de Santo Amaro.

















Enviar um comentário