quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Cetonia opaca

(Netocia opaca) - Fabricius,1787

Este grande besouro pentâmero, negro com iridescência esverdeada,  pode atingir os 2,5 cm de comprimento e distribui-se pela zona do Mediterrâneo Ocidental (Europa e Norte de África).

O pólen e mesmo algumas partes das flores constituem a base da sua alimentação. Se a oportunidade surgir, não desdenha também a possibilidade de comer o próprio mel, invadindo as colmeias e saciando assim o apetite nos saborosos favos. As abelhas tentam impedi-lo dos seus intentos e rodeiam-no, mas todas a suas tentativas se revelam infrutíferas, visto que a dureza da quitina impede que elas o consigam picar. No norte de África, com temperaturas mais elevadas e devido à grande abundância de cetonias, a recolha do mel chega a ser inviabilizada. Para minimizar os efeitos destas invasões os apicultores recorrem à utilização de armadilhas e tentam, de diversas formas, impedir a entrada nas colmeias deste indesejado "visitante".

Reino:           Animalia
Filo:              Arthropoda
Subfilo:         Mandibulata
Classe:          Insecta
Subclasse:     Holometabola
Ordem:         Coleoptera
Subordem:     Polyphaga
Infraordem:   Scarabeiformia
Superfamília: Scarabaeoidea
Família:         Scarabaeidae
Subfamília:    Cetoniinae
Género:         Netocia
Espécie:        Opaca


Imagens captadas na Quinta da Casa Nova, Cortiçadas de Lavre, Montemor-o-Novo












Enviar um comentário