terça-feira, 25 de março de 2014

Mosca-das-flores

(Melanostoma scalare) - Fabricius, 1794

Os sirfídeos ou moscas-das-flores, semelhantes a abelhas ou vespas, como o próprio nome sugere, são, no seu estado adulto, normalmente vistos sobre as flores de cujo néctar e pólen se alimentam.
O seu corpo é alongado, medem de comprimento entre 8 a 15 mm, o seu  abdómen é estriado de amarelo em fundo negro e podem voar sem se deslocar, vibrando com as asas a grande velocidade.

As larvas têm tipos de alimentação diversos, dependendo das espécies: umas são saprófitas e outras podem alimentar-se de afídeos e outros insectos parasitas das plantas, desempenhando assim um papel importante no controlo ecológico de pragas na agricultura.

Distribuem-se por todas as regiões do globo com excepção da Antártida

Em todo o mundo já foram descritas mais de 6000 espécies,  na Europa são conhecidas 725 e em Portugal já foram referidas 179




Reino:         Animalia
Filo:            Arthropoda
Classe:        Insecta
Ordem:       Diptera
Família:       Syrfidae
Género:       Melanostoma
Espécie:      M. scalare

Imagens captadas no parque natural Sintra Cascais











Enviar um comentário