sábado, 7 de maio de 2011

Morreu o Tó Vaz


Morreu o Tó Vaz ... 

Tive conhecimento através do Jornal Reconquista de 28/04/2011.
Mais um benquerido, de quem guardo as mais gratas recordações, que partiu. É esse o destino que nos espera a todos e a que ninguém se pode furtar.

Morreu o Tó Vaz ...

Já decorreram seguramente mais de quatro décadas desde a última vez que o vi na Benquerença. Não tenho dúvidas em afirmar que se perdeu um homem bom. Já naqueles "verdes anos" era possível observar nele aqueles traços que caracterizam um homem íntegro, amigo dos amigos.

Morreu o Tó Vaz ...

Seguimos caminhos diversos: eu não passei da cêpa torta, ele fez, julgo eu, uma linda carreira. Andou no Seminário da Guarda, frequentou, em Coimbra as Faculdades de Letras e de Direito, tendo-se licenciado na última. Durante cerca de trinta anos dirigiu os Serviços de Acção Social da Universidade de Coimbra. Fez parte e foi Presidente da Direcção e da Assembleia Geral do Coro dos Antigos Orfeonistas.

Morreu o Tó Vaz ...

Como nota curiosa, ainda me recordo que ele tinha um certo dedo para a preparação de petiscos. Lembro-me de uma vez, com outros companheiros de férias grandes, nos termos banqueteado com uns coelhos bravos cozinhados no alambique do Ti Joaquim Marques, ali ao pé da fonte. Os temperos foram da sua responsabilidade e garanto-lhes que não houve um só que não lhe gabasse a habilidade.

Para melhor avaliar o estofo moral do Homem de que estou a falar clique aqui e aqui.

Embora tarde, aproveito para apresentar à família, nomeadamente ao Carlos e à irmã os meus mais profundos sentimentos de pesar.

Morreu o Tó Vaz .... paz à sua alma.




                                 O Tó Vaz é o terceiro (a contar da esquerda)



Podem ver-se nesta foto (da esquerda pra a direita): eu próprio, o Porfírio Cerdeira (também já falecido), o Tó Vaz e o Joaquim Fernandes (Jack)
                                      http://pardalitosdochoupal.blogspot.com/2011/04/morreu-antonio-luzio-vaz.html#comment-form
Enviar um comentário